27 de jul de 2014

Do Aborto Elétrico ao Capital Inicial

Capital Inicial - Fátima

A história da banda Aborto Elétrico começou em Brasília em 1977, durante a Ditadura Militar. O jovem estudante da Universidade de Brasília Renato Manfredini (ou Renato Russo, futuro líder da Legião Urbana) conheceu o músico André Pretorius, filho de um embaixador sul-africano no Brasil, em um bar Taberna situado no bairro Asa Sul na capital federal, onde conversaram sobre rock.

Logo depois, Renato foi apresentado a Felipe Lemos (Fê) através de amigos em comum numa festa de rock na cidade. Dessa amizade dos dois, surgiu a idéia de criar uma banda punk  em 1978 com Renato no baixo e voz, Pretorius na guitarra e Fê Lemos na bateria, batizando de Aborto Elétrico. Os ensaios ocorriam no bairro Asa Norte, onde os irmãos Fê e Flávio Lemos moravam. Daí, Renato compôs a música "I Want To Be A Junkie", tido como primeiro sucesso do grupo.

Realizaram o primeiro show no dia 11 de janeiro de 1980 no Centro Comercial Gilberto Salomão, em um barzinho chamado Só Cana. Pretorius cortou os dedos nas cordas da guitarra e veio a sair da banda após o término da apresentação e, meses depois, foi servir ao Exército na África do Sul. Com a saída dele, houve mudança na formação com a entrada de Flávio Lemos no baixo e Renato assumiu a guitarra. Durante as férias, Pretorius retornou a Brasília e, junto com os integrantes da banda, outras composições foram feitas como "Música Urbana" e "Baather-Meinhof Blues nº 1" (ambas compostas em conjunto por Renato Russo, André Pretorius, Fê e Flávio Lemos), "Conexão Amazônica" (Renato Russo e Fê Lemos), "Fátima" e "Veraneio Vascaína" (ambas de Renato Russo e Flávio Lemos), entre outras.

Embora rolavam brigas nas festas de rock da capital, a banda Aborto Elétrico teve sua importância no surgimento de bandas punk-rock na cidade. Em 1981, o guitarrista Ico Ouro Preto entrou para a banda e Renato passou a ser apenas vocalista. Juntos, realizaram vários shows. Contudo, haviam desentendimentos principalmente entre Renato e Fê Lemos que levaram o primeiro a sair da banda no final daquele ano.

Após uma reconciliação entre os dois integrantes, Renato voltou a cantar junto com a banda Aborto Elétrico até março de 1982 quando encerraram suas atividades. Ainda houve uma última apresentação juntos marcando uma despedida oficial até a sua completa dissolução. Renato Russo chegou a cantar sozinho como o "Trovador Solitário" por uns tempos até criar, meses depois, a banda Legião Urbana juntamente com o baterista Marcelo Bonfá e o guitarrista Dado Villa-Lobos (além de contar com o baixista Renato Rocha na formação original), enquanto que os irmãos Lemos convidaram o paranaense Dinho Ouro Preto (nome artístico de Fernando de Ouro Preto). Dinho era irmão de Ico e namorada de Helena, irmã de Fê e Flávio, e acompanhava o Aborto Elétrico desde seu início.

Assim, Dinho Ouro Preto (nos vocais), Fê Lemos (na bateria), Flávio Lemos (no baixo) contaram ainda com Loro Jones (na guitarra) para completar a formação da banda Capital Inicial. Boa parte do repertório do Aborto Elétrico foi dividida tanto por essa nova banda como para a Legião Urbana. E Brasília agora se torna o berço de novas bandas de rock criadas na primeira metade da década de 1980, a exemplo da Plebe Rude e dos Paralamas do Sucesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário