31 de ago de 2014

Simone: a "Cigarra"

Simone - O Amanhã

Em 1978, Simone gravou o disco Cigarra, nome que também daria ao apelido da cantora por conta da canção homônima composta por Milton Nascimento e Ronaldo Bastos. No ano seguinte lançou o disco Pedaços, um dos seus grandes trabalhos, com destaque para as canções "Começar de Novo" (de Ivan Lins), "Pedaço de Mim" (de Chico Buarque), "Outra Vez" (de Roberto Carlos) entre outros.

Em 1980, Simone gravou seu primeiro disco ao vivo no Canecão, Rio de Janeiro. No repertório, interpreta grandes sucessos de sua carreira, destacando a regravação de "Pra não Dizer que não Falei das Flores", de Geraldo Vandré. Novos discos se sucederam na década de 1980, gravando um disco por ano e emplacando um sucesso atrás do outro como "Paixão", "O Amanhã" (samba-enredo da escola de samba União da Ilha), "Iolanda", "Delírios e Delícias""Uma Nova Mulher", entre outros. 

Lotou vários espaços de shows, realizando grandes apresentações no Ginásio de Ibirapuera em São Paulo e o Maracanãzinho no Rio de Janeiro, entre outros, com sucesso de público e crítica. Em dezembro de 1982 fez um grande show no parque Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, onde cerca de 60 mil pessoas prestigiaram sua apresentação que foi exibida ao vivo pela TV Globo como especial de fim de ano. Tal fato rendeu à cantora diversas indicações e premiações como melhor cantora.

Em sua vida pessoal, Simone vivia em união estável com a atriz Ísis de Oliveira que a conheceu ainda na década de 1970, e sua união durou sete anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário